Atenção: Lâmpadas fluorescentes não devem ser jogadas no lixo!

Pela presença do mercúrio, as lâmpadas devem ser descontaminadas e recicladas, isolando o metal pesado durante o processo

Lampadas-640x360

Econômicas, práticas e com uma durabilidade estimada em cerca de 15 mil horas, as lâmpadas fluorescentes já conquistaram seu espaço no mercado e, até 2017, devem substituir definitivamente as incandescentes. O que grande parte da população desconhece é que uma lâmpada fluorescente quebrada oferece um risco tóxico relativamente alto.

As lâmpadas contêm mercúrio, um metal pesado que em contato com a natureza, contamina o solo, a água, os peixes e toda a cadeia alimentar. Quando em contato com o ser humano, vai direto para os alvéolos pulmonares, podendo causar intoxicação grave.

Em caso de substituição das lâmpadas, ao contrário do que se pensa, lugar de lâmpada fluorescente não é no lixo. É recomendável que as lâmpadas fluorescentes sejam devolvidas aos estabelecimentos comerciais onde foram adquiridas para o posterior encaminhamento a uma empresa especializada em descontaminação e reciclagem. A forma correta de envio é em caixas de papelão ou protegidas com jornal, plástico bolha, entre outros cuidados, para evitar a quebra. Deverá ainda ser vedada para conter o vapor de mercúrio e proteger a saúde.

De acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), os fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes assumem o compromisso de adquirirem à logística reversa, recebendo as lâmpadas após o uso pelo consumidor. Produtos como embalagens de agrotóxicos, lâmpadas fluorescentes, pneus, pilhas, baterias e produtos eletroeletrônicos, por exemplo, devem ser recolhidos pelos estabelecimentos responsáveis pela fabricação e distribuição.

Ainda conforme a lei 12.305/10, a pessoa que manipular, armazenar, coletar, transportar, reutilizar, reciclar ou dar destinação final a resíduos perigos de forma diferente da estabelecida em regulamento pode ser punida com pena de reclusão de um a quatro anos e multa. A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) também prevê que pode ser punida com reclusão de um a cinco anos a pessoa que causar poluição por lançamento de resíduos em desacordo com as exigências estabelecidas em lei.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s