Entulho e resíduos de obras devem ser enviados para reciclagem

entulho12092012140903Quem reforma, constrói ou demoliu sabe que os entulhos e resíduos de uma obra podem ser um problema no momento do descarte. Quase sempre os restos param nas ruas ou em terrenos. Por isso, o recomendado é depositar o entulho e todos os resíduos das obras em caçambas alugadas que nem sempre podem ser deixadas nas vias públicas – a liberação varia de acordo com a legislação vigente em cada município. Todo material de construções como madeira, concreto, mármore e cerâmicas deve ser encaminhado para a reciclagem ou devolvido à construção civil como forma de gerar matéria-prima.

É importante salientar que esses resíduos não devem ser descartados em lixeiras comuns de residências, condomínios ou estabelecimentos comerciais. A Política Nacional dos Resíduos Sólidos (PNRS), sancionada em 2010 e que deve entrar integralmente em vigor a partir de 2014, considera como resíduos de construção civil aqueles que sobram de demolições, reformas, construções e reparos de obras, incluindo preparação e escavação de terrenos.

A lei sugere algumas prioridades no quesito: não geração, reutilização, reciclagem e tratamento desses resíduos, além do despejo ambiental adequado. E para se efetivar em todos os municípios do Brasil, a PNRS prevê a criação do plano de gerenciamento de resíduos sólidos, que deve conter a origem dos materiais, volume e caracterização dos resíduos, diagnóstico dos sólidos gerados ou administrados incluindo os passivos ambientais, descrição dos responsáveis de cada etapa do processo, definição dos procedimentos operacionais sob a responsabilidade de cada gerador, soluções consorciadas e compartilhadas e ações preventivas a serem executadas em caso de acidentes ou gerenciamento incorreto.

O plano de gerenciamento previsto na PNRS pode funcionar em conjunto com planos de gestão integrada de resíduos sólidos. Cabe às câmaras municipais e às prefeituras a implementação da medida até 2014.

Lembre-se!

Restos de mteriais de construção demoram muitos anos para se decompor no meio ambiente. Pense duas vezes para evitar a degradação.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s