Investimentos em biocombustíveis devem chegar a R$23 bilhões até 2017

Alternativa mais sustentável aos combustíveis derivados do petróleo e gás natural, os biocombustíveis reduzem as emissões de gases de efeito estufa em até 90%

biodiesel-300x300

Com o avanço do aquecimento global, a preocupação com o meio ambiente tem ganhado força nos últimos anos. Prova disso é o crescimento de pesquisas, consumo e produção de biocombustíveis, que são alternativas mais sustentáveis aos combustíveis fósseis, principais emissores de gases de efeito estufa. Os investimentos em biocombustíveis no país devem chegar a cerca de R$23 bilhões até 2017.

Derivados de biomassa renovável, que podem substituir parcial ou totalmente os combustíveis derivados do petróleo e gás natural, os biocombustíveis tiveram maior dimensão na décadao de 1970, após a primeira crise do petróleo. Na época, criou-se o Pro-Álcool, que introduziu o etanol de cana-de-açúcar em larga escala no Brasil. Os dois biocombustíveis mais produzidos no país são o etanol (álcool etílico hidratado ou anidro) e o biodiesel, produzido a partir do óleo de sementes e grãos, como os óleos de girassol e de soja, gordura animal e vegetal reaproveitada a partir de microalgas.

Há outros tipos de biocombustíveis, como o biogás, derivado da decomposição da matéria orgânica am ambiente com ausência de oxigênio, realizada por bactérias anaeróbicas e o biometanol, metanol produzido a partir da biomassa. Atualmente, o Brasil tem uma produção de etanol que supera os 21,5 milhões de barris por ano. Segundo a Agência Internacional de Energia, estima-se que até 2050 essa produção aumente cerca de 200%, tornando o país refência internacional em biocombustíveis.

Se economicamente as vantagens são grandes, para o meio ambiente são ainda maiores. O etanol reduz as emissões de gases de efeito estufa em 90% e a poluição atmosférica nos centros urbanos. A produção tem baixo consumo de fertilizantes, o que representa niveis relativamente baixos de perdas de solo. Além disso, esses combutíveis podem ser cultivados, portanto são renováveis.

Em Passo Fundo/RS, a empresa BSBIOS produz biodiesel desde 2007 a partir da soja e da canola. Além de contribuir para o meio ambiente, a empresa foi uma das primeiras do país a receber o Selo Combustível Social, que garante aos agricultores familiares a oportunidade de participar do mercado de biocombustíveis. A BSBIOS adquire no mínimo 40% da matéria prima desses pequenos produtores, o que auxilia no complemento da renda e contribui para a permanência no campo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s